03 Lições Sobre Alimentação Saudável Aprendidas Com Atletas Profissionais

Qual é a diferença entre os atletas que são campeões e os que não são?

Será que a alimentação tem papel importante no desempenho deles?

Que lições podemos aprender com os atletas?

Todo mundo quer vencer e ser campeão. Campeão no esporte, na vida profissional, na vida pessoal. O que importa é atingir seus objetivos na vida.

No caso dos atletas, o objetivo deles é ser campeão regional, nacional, mundial, campeão olímpico. Para isso, é preciso ter um plano traçado rumo a esse objetivo. E a alimentação é uma parte essencial para auxiliar nessa conquista.

Assim como afirmou a judoca Mayra Aguiar que conquistou 2 bronzes, um nos Jogos Olímpicos de Londres em 2012 e outro na Olimpíada do Rio em 2016:

“…Aquela rotina de atleta, que é essencial: descanso bom, alimentação boa. Tudo o que um atleta precisa fazer para chegar ao seus objetivos…”

Veja agora as lições aprendidas com os atletas sobre alimentação e como ela pode auxiliar a alcançar nossos sonhos.

Lições Aprendidas com o Esporte

O esporte nos ensina muita coisa. Esse é um dos motivos pela minha paixão por esporte. O esporte não nos auxilia apenas a ser mais saudável, mas também nos ensina a trabalhar em equipe, a passar por adversidades, manter o foco, superar nossos limites, aprender com os erros para alcançar nossos objetivos.

Os Jogos Olímpicos de 2016 nos mostrou isso. Diego Hypolito depois de disputar duas Olimpíadas como favorito no solo e cair nas duas, conseguiu se superar e conquistar uma medalha de prata quando não era favorito. O pugilista Robson Conceição perdeu na primeira luta nas duas Olimpíadas anteriores a de 2016 e se sagrou campeão nos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Esses são apenas alguns exemplos de superação e demonstração de que quando queremos, conseguimos alcançar nossos objetivos. Porém, isso não acontece de uma hora para outra. É preciso traçar um plano de conquista.

No caso dos atletas, o plano deles se baseia em treinamentos, descanso e boa alimentação, de acordo com Sandra Merouço, que era nutricionista esportiva do Santos FC.

Veja agora as lições que podemos aprender com os atletas a respeito da alimentação.

3 Principais Lições dos Atletas sobre Alimentação Saudável

1 – Conscientização

Ter a consciência de que a alimentação é um fator essencial para alcançar seus objetivos facilita muito a manter uma alimentação saudável. Essa é a primeira lição que os atletas podem nos ensinar a respeito disso.

“A boa saúde começa na mente e não no prato.”

Entender o porquê você está seguindo uma alimentação saudável vai te ajudar muito a não enxergá-la como um sacrifício e sim como algo necessário para ser melhor e conseguir o que quer.

Alguns exemplos de jogadores de futebol que seguem uma alimentação saudável para melhorar sua performance e desempenho para conseguir jogar em alto nível:

  • Renato (ex-volante de 37 anos do Santos FC),
  • Zé Roberto (ex-jogador do palmeiras aos 42 anos),
  • Ricardo Oliveira (convocado para a seleção brasileira e artilheiro do Brasileirão da série A em 2015, quando tinha 35 anos) são excelentes exemplos.

Eles mantêm uma boa alimentação e boa sequência de treinamentos para aprimorar a forma física e conseguir jogar com o mesmo vigor físico dos jogadores mais novos. A clareza do que eles querem facilita muito na hora de optar entre uma refeição saudável e outra nem tanto.

2 – Equilíbrio

Robson Conceição, medalhista de ouro nos jogos olímpicos do Rio 2016, afirmou estar sempre em dia com o seu cardápio e é acompanhado pela nutricionista da Seleção.

Ele não tem restrições em sua alimentação, mas não deve dispensar nunca o arroz com feijão, além de muita salada e muita fruta. Para encarar a rotina puxada de treinos, também não dispensa a proteína das carnes vermelha e branca.

O exemplo do Robson ilustra um ponto importante que sempre ressalto aqui no Saúde Nature que é o equilíbrio na alimentação. Uma alimentação sem restrições. O importante é você manter uma alimentação balanceada e de acordo com suas necessidades nutricionais, sem deixar de comer o que gosta e sem radicalidades. Dessa forma, fica muito melhor e mais fácil seguir uma boa alimentação.

Assim como afirma Gustavo Borges, vencedor de 4 medalhas olímpicas na natação (1):

“Acho que o importante não é você se isentar das coisas que você gosta e dos bons prazeres da vida, que é comer bem, tomar uma boa bebida. O problema é o desequilíbrio – diz o ex-nadador.”

3 – Alimentação Personalizada

Outra lição que podemos aprender com os atletas é que a alimentação deve ser personalizada. Cada um tem suas necessidades nutricionais, seu gasto calórico, sua deficiência de nutrientes. Todos esse fatores devem ser levados em conta na hora de seguir uma alimentação saudável para obter melhores resultados.

É importante identificar qual é a alimentação mais indicada para você. Por exemplo, os atletas que precisam manter o peso precisam de um tipo de alimentação. E os que precisam ganhar massa magra, fazem outro tipo de alimentação. Outro fator que varia é a quantidade de treinos e energia gasta ao longo do dia.

Para auxiliar nessa identificação, minha sugestão é procurar um nutricionista para montar um cardápio de acordo com suas necessidades. Outra dica é consultar um nutrólogo e realizar exames que identifiquem suas deficiências de nutrientes.

Essa matéria mostra a foto do cardápio de 6 atletas olímpicos. Nela, você pode perceber que cada atleta tem uma necessidade nutricional e que essas diferenças devem ser respeitadas para o melhor desempenho de cada um.

Alimentação Saudável – Fator Essencial para Conquistar Objetivos

A alimentação é um fator essencial para um melhor desempenho do atleta e do nosso também. Quanto melhor nossa alimentação, melhor nosso humor, disposição, produtividade.

Precisamos aprender a enxergar a alimentação como uma parte importante para alcançar nossos objetivos da melhor forma possível. Quando passamos a entender isso, fica muito mais fácil de seguir uma alimentação saudável sem sacrifícios e sem radicalidades.

“A boa saúde começa na mente, e não no prato.”

Dessa forma, começamos a enxergar a alimentação como uma ferramenta para alcançar nossos sonhos. E assim, deixamos de ter preconceito quanto aos alimentos saudáveis e de ver a alimentação saudável como algo sacrificante.

O esporte é uma ótima ferramenta para melhorar a saúde e o bem estar. Mas, além disso, ele também ensina a passar por adversidades, superar seus limites, manter o foco e até a seguir uma alimentação saudável em busca dos seus objetivos.

Encarar a alimentação como um fator essencial para realizar nossos sonhos facilita muito a manutenção de uma alimentação saudável sem sacrifícios. A clareza em relação ao que você quer alcançar também é outro fator importante. Essas são algumas lições que aprendemos com o esporte e os Jogos Olímpicos Rio 2016.

Siga o exemplo dos atletas, trace seu plano para alcançar seus objetivos e utilize a alimentação como ferramenta para te auxiliar a ter uma vida melhor.

Tenho certeza de que você não irá se arrepender!

Comente abaixo que lição você aprendeu com os atletas e com o esporte!

5 (100%) 2 votos

Deixe Seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *